quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Trocas de lugares deram nisto

Quando no inicio da pré-temporada foi anunciado que Paulo Pereira deixaria de ser o vice-presidente responsável pelo futebol profissional do Vitória, entrando para o seu lugar Manuel Almeida, no pensamento de muitos não se augurava nada de bom. Infelizmente para o Vitória veio-se a confirmar o pior dos cenários.

Esta troca tem tudo menos de inocente, Ainda hoje estão por explicar as verdadeiras razões para o afastamento de Paulo Pereira deste cargo, cedendo o seu lugar a um velho conhecido dos vimaranenses.

Este episódio tem como origem outra personagem do Vitória, de seu nome: Vasco Santos! O “aplicado” director desportivo vitoriano não conseguia fazer vergar Paulo Pereira às suas infelizes ideias para o Vitória.

Sendo assim, Milo tem uma ideia luminosa, depois de Vasco Santos lhe ter ido fazer queixinhas: substitui Paulo Pereira por Manuel Almeida que todos sabemos idólatra Vasco Santos. Dizendo Ámen a tudo o que o bracarense diz ser o melhor para o Vitória.

Está à vista, até do maior dos cegos, que Vasco Santos não sabe ou não quer fazer o melhor para o Vitória. Pessoalmente quero acreditar que não sabe, apesar do que sei, escolher quais os melhores trunfos para se atacar uma primeira liga portuguesa. Mas visto ter as suas costas bem guardadas por quem (Manuel Almeida) trouxe para o Vitória o actual presidente, o fiel adepto do Braga continua a fazer o que bem lhe apetece. Indo mesmo ao ponto de contrariar as opções do técnico Manuel Cajuda.

Já ontem no final do encontro no Restelo, Cajuda deixou transparecer uma vez mais a sua insatisfação para com os jogadores que lhe foram impingidos. Afirmando mesmo que gostaria de ser parte activa neste assunto. Márcio Martins, Paulo Henrique, Carlitos e Jean Coral foram todas escolhas pessoais deste director desportivo, bem como a saída de Ghilas.

Começando pelo fim, a saída do Argelino Kamel Ghilas não teve por base questões financeiras mas porque o responsável por este dossier assim o entendeu. O Vitória perdeu por estupidez (para não lhe chamar outra coisa) aquele que era um dos seus melhores jogadores nas duas últimas temporadas

Márcio Martins foi no final da época dispensado pelo técnico e aquando da chegada de várias propostas para o central brasileiro, todas elas foram sendo rejeitadas porque ele tinha ficar a toda a força no plantel.

Para Paulo Henrique o técnico tinha como ideia a sua cedência temporária para que este pudesse actuar com mais regularidade. Numa tentativa de que o mesmo fosse evoluindo, para depois regressar a Guimarães como uma alternativa credível.

A história de Carlitos já foi muitas vezes relatada. Existem fortes interesses de que o mesmo fique por cá.

Por último Jean Coral, e numa daquelas loucas viagens ao Brasil, que servem para um pouco de tudo (analisar jogadores é que nem tanto) alguém descobriu este “diamante”. Não como jogador…

Por isso, está mais do que na hora de os vitorianos abrirem os olhos. No meu pensamento o melhor não passaria por eleições antecipadas, como alguns defendem, mas sim por voltar a colocar Paulo Pereira nas suas anteriores funções. Este sempre foi capaz de dar um murro na mesa, colocando a frente de tudo os interesses do Vitória, algo que vai faltando a quem está de momento no poleiro.

7 comentários:

Vimaranes disse...

Pelo que sei, não creio que Manuel Almeida seja assim tão conivente com o próprio Vasco Santos. Talvez e naturalmente, alguém menos difícil de enfrentar, mas também será verdade que nem Almeida está a gostar do rumo das coisas. Daí as notícias que nos chegam do complexo que Milo e Vasco estão isolados da restante direcção.
Quanto ao mau relacionamento entre Vasco e Cajuda, era previsível, bastará para isso pensar na era de Vasco como dirigente do Braga...

Anónimo disse...

Eu colocava o Paulo Pereira a presidente do VSC e corria com o resto da escumalha, deixando que ele fizesse a sua equipa. Numa altura em que começa a haver contestação e se questiona se há alguem com capacidade para, julgo que é uma boa opção.
Parabéns pelo blog.

Força Branca disse...

Caro Vimaranes

Não me parece de todo, e pelo que também sei Manuel Almeida e Vasco Santos estejam assim tão afastados um do outro.

Pedro disse...

Pelo menos ainda há pouco surgiram no estádio no mesmo carro bem contentes...

Vimaranes disse...

Uma coisa é estar afastado, outra é dizer-se que está a gostar do rumo dos acontecimentos (que lhe estão a estragar determinados planos). Não estará, ou pelo menos, faz questão de dizer que não está, à "boca cheia". Agora que não tenho dúvidas que é muito mais fácil de "moldar" do que Paulo Pereira, isso acredito.

Anónimo disse...

ESTOU ESTUPEFECTO....
COMO É QUE CHEGAMOS AO PONTO DE TER UM MARROQUINO QUE DIRECTA E TÃO PODEROSAMENTE GERE OS DESTINOD DO NOSSO VITÓRIA...

ESTÁ BEM ESTÁ...

Anónimo disse...

ESTOU ESTUPEFECTO....
COMO É QUE CHEGAMOS AO PONTO DE TER UM MARROQUINO QUE DIRECTA E TÃO PODEROSAMENTE GERE OS DESTINOS DO NOSSO VITÓRIA...

ESTÁ BEM ESTÁ...